Microagulhas do bem - parte 2

Microagulhas do bem - parte 2

Para que o tratamento com dermaroller alcance as camadas certas da pele para eliminar as estrias, as agulhas devem ter um comprimento de no mínimo 2 mm. Como as agulhas indicadas para tratamento caseiro tem até 0,5 mm estas não são indicadas para estrias, e o tratamento deve ser feito numa clínica por profissionais qualificados, como dermatologista e fisioterapeutas.

O dermaroller não deve ser usado em pessoas que tem quelóides, que são cicatrizes volumosas no corpo, se tiver alguma ferida no local a ser tratado, caso esteja tomando remédios que afinam o sangue porque isso aumenta o risco de sangramentos, e também em pessoas em tratamento com quimio ou radioterapia.

Este microagulhamento não cria uma ferida profunda na pele, mas as células do corpo são enganadas ao acreditar que a lesão ocorreu, e como resultado existe uma melhor irrigação sanguínea, há formação de novas células com fator de crescimento, e o colágeno que dá sustentação à pele é produzido em grande quantidade.

Dessa forma, a pele fica mais bonita e esticada, as estrias se tornam menores e mais finas, e com a continuidade do tratamento podem ser completamente eliminadas. No entanto, em alguns casos pode ser preciso usar outros tratamentos estéticos para complementar o microagulhamento, como a radiofrequência e o laser, ou luz intensa pulsada, por exemplo.



CADASTRE-SE PARA RECEBER NOVIDADES E PROMOÇÕES